Cantora gospel é presa acusada de homicídio

928

Uma cantora evangélica foi presa nesta terça-feira (09), em Xinguara, sul do estado do Pará, suspeita de cometer crime de homicídio em Uruaçu, norte de Goiás, há mais de 20 anos. De acordo com a PCGO, a mulher se encontrava foragida e com um mandado de prisão preventiva, expedido pela Comarca de Uruaçu, pelo crime ocorrido no ano de 2001, e apenas foi localizada mediante uma cooperação entre as polícias civis do estado de Goiás e Pará.

A cantora, identificada como Morgana Vieira da Silva de 43 anos, fugiu de Uruaçu após o homicídio, se mudou para outro estado e passou a se apresentar como cantora e pregadora evangélica em igrejas da cidade de Xinguara e outros municípios da região.

Segundo apurado, três pessoas estavam envolvidas no assassinato que aconteceu em um hotel de Uruaçu. A investigação apontou que os três autores foram até o quarto da vítima pedir um sabonete e, com uma arma de fogo, atiraram contra ela, atingindo-a com um tiro na cabeça. A motivação para o crime não foi divulgada pelos policiais.

Um dos suspeitos morreu de pneumonia em 2014. Outra mulher que estava envolvida no crime, foi localizada e presa pela polícia em março deste ano, em Sergipe. Morgana foi a última suspeita a ser encontrada pela polícia.

Após sua prisão, Morgana foi encaminhada a Delegacia de Polícia Civil de Xinguara e está a disposição da Justiça, enquanto aguarda ser, posteriormente, transferida para o sistema prisional do estado de Goiás. Caso sejam condenadas, as duas mulheres podem pegar de 12 a 30 anos de reclusão. O caso continua sendo investigado.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui