Casal é preso após adolescente matar recém-nascido

1592

A Polícia Civil do Estado de Goiás, através do Grupo de Investigação de Homicídios – GIH de Porangatu – GO, presidido pelo Delegado Danilo Wendel Macedo, com apoio da equipe de investigadores, concluiu a investigação sobre a morte de um recém-nascido no último domingo (05).

Conforme apurado, uma adolescente de apenas 14 (quatorze) anos ocultou da família todo período de gravidez, realizando o parto sozinha no banheiro da residência, tendo em seguida cortado o cordão umbilical com uma faca e em seguida matando o recém-nascido com um golpe em seu pescoço, em forma de esgorjamento, colocando o corpo em um saco de lixo.

De início a adolescente tentou omitir a paternidade da criança, mas durante a investigação foi possível esclarecer que ela havia mantido relações sexuais consentidas com o marido de sua prima, resultando na gravidez, tendo sido essa a motivação do crime.

Após a comprovação da gravidez, a prima da adolescente e seu companheiro auxiliaram a menor em várias tentativas de aborto, todas inexitosas, motivo pelo qual planejaram a morte da criança após o seu nascimento, conduta realizada pela adolescente sob a orientação de sua prima e do companheiro dela, o pai da criança.

Diante disso, a Polícia Civil concluiu o procedimento apuratório, assim como apreendeu a adolescente e prendeu o casal responsável por auxiliá-la na morte da criança, que confessaram o fato, indiciando-os pelo ato infracional análogo a homicídio e homicídio triplamente qualificado respectivamente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui