Daniel Vilela articula parcerias para expansão da produção de arroz irrigado em Luiz Alves

596

Em visita técnica ao projeto de cultivo de arroz irrigado em Luiz Alves – distrito de São Miguel do Araguaia -, o governador em exercício Daniel Vilela garantiu a cerca de 50 produtores agrícolas que o Governo de Goiás vai articular parcerias para ampliar a produção do grão na região. Daniel esteve no distrito nesta quinta-feira (21/03), onde também percorreu lavouras e se inteirou das tecnologias empregadas em cerca de três mil hectares irrigados pelo sistema de inundação.

“Este é o nosso compromisso: designar profissionais capacitados que representem o setor produtivo, a Secretaria de Estado da Agricultura e pastas afins para que formulem um diagnóstico real deste projeto e enumerem as demandas emergenciais para que, assim, possamos promover os avanços necessários”, disse Vilela em discurso na sede da cooperativa de produtores de arroz.

Segundo Oton Nascimento Neto, líder dos cooperados, a área de plantio pode chegar a 12 mil hectares. A ampliação, contudo, depende de investimentos financeiros e da transposição de obstáculos. “Estejam certos de que a parte que couber ao Governo do Estado, será cumprida. É determinação do governador Ronaldo Caiado. E também vamos nos empenhar junto ao governo federal para buscar estes recursos”, explicou Daniel Vilela. “Até porque trabalhamos com a meta de, num futuro próximo, sermos autossuficientes na produção deste grão”, completou.

O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Pedro Leonardo Rezende, destacou que Goiás, hoje, é o décimo colocado no ranking nacional dos maiores produtores de arroz. E que tem capacidade de dobrar a atual área plantada. “Temos que aproveitar este nosso potencial. Sobretudo porque o plantio de arroz vai além de questões econômicas e passa pela soberania de um país. Uma nação só é soberana se proporciona segurança alimentar ao seu povo. E o arroz é a melhor commoditie [matéria-prima] que garante esta segurança”, pontuou.

Na sequência, Daniel Vilela inspecionou lavouras de arroz acompanhado por técnicos, produtores e lideranças políticas. A colheita da safra de verão no distrito de Luiz Alves começou neste mês de março e a previsão é que sejam colhidas 300 mil sacas. Em maio, terá início o plantio da chamada “safra de inverno”. Toda a produção é direcionada ao mercado interno, o que proporciona menor dependência de arroz de outros estados brasileiros e, por tabela, redução de preços.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui