Dois são presos por envolvimento no sumiço de 8 pessoas da mesma família

Nesta segunda-feira (16/1), o governador do Estado de Goiás, Ronaldo Caiado (União Brasil), determinou uma força-tarefa policial para elucidar o caso.

832

Gideon Menezes, 55 anos e Horácio Carlos Ferreira Barbosa, 49 anos, foram presos nesta terça-feira (17), suspeitos pelo desaparecimento de oito pessoas da mesma família no Distrito Federal, sendo que seis deles foram encontrados carbonizados dentro de veículos da família.

Ao chegar à unidade da Polícia Civil do DF, foi possível ver que as mãos e os braços de Gideon estavam queimados. Ele trabalhava com Marcos Antônio Lopes de Oliveira, 54 anos, um dos desaparecidos.

Gideon tem antecedentes criminais que envolvem roubos e porte ilegal de arma de fogo. Em 1997 esteve em prisão domiciliar. Em 1998, enquanto estava preso no sistema carcerário tentou fugir, mas não conseguiu escapar. Agentes encontraram um túnel que ligava uma cela a outra na Papuda.

Já Horácio tem um termo circunstanciado por ameaça ocorrida em 2005. Entre as motivações do crime que estão em investigação está a venda e compra de um veículo.

Os oito desaparecidos são: a cabeleireira Elizamar da Silva, 39; o marido dela, Thiago Gabriel Belchior, 30; os três filhos do casal: os gêmeos Rafael e Rafaela da Silva, 6, e Gabriel da Silva, 7; a irmã de Thiago Gabriel, Gabriela Belchior de Oliveira, 25; e os pais deles, Renata Juliene Belchior, 52; e Marcos Antônio Lopes de Oliveira, 54.

As mãos e os braços de Gideon estavam queimados.

O veículo de Elizamar, um Renault Clio preto, foi achado totalmente carbonizado, na GO-436, perto de Luziânia (GO), Entorno do Distrito Federal. O automóvel foi localizado no domingo (15/1), com quatro corpos dentro. Ela e as crianças sumiram na quinta-feira (12/1), ao sair da casa da sogra.

O mistério em torno do desaparecimento de Elizamar da Silva, 39 anos, e dos filhos dela ganhou novos capítulos no domingo (15/1), após a família registrar novo boletim de ocorrência pelo desaparecimento de Thiago Gabriel Belchior, marido da empresária e pai das crianças.

Os pais de Thiago, Renata Juliene Belchior, 52, e Marcos Antônio Lopes de Oliveira, 54, também estão desaparecidos, além da irmã dele, Gabriela Belchior de Oliveira, 25.

Na madrugada de segunda-feira (16/1), a polícia localizou um segundo veículo – um Siena –, cujo dono é Marcos Antônio, pai de Thiago Gabriel. O carro estava na BR-251, na altura de Unaí (MG), com dois corpos carbonizados dentro.

Nesta segunda-feira (16/1), o governador do Estado de Goiás, Ronaldo Caiado (União Brasil), determinou uma força-tarefa policial para elucidar o caso. O caso é investigado pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) junto à de Goiás (PCGO) e, ainda, com a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui