Familiares cobram resposta por mortes após queda de energia no Hcamp Porangatu

Dos 12 pacientes que se encontravam internados na enfermaria e UTI do Hcamp Porangatu, um morreu antes da transferência e oito no HCN de Uruaçu. Dois permanecem na UTI, um em estado grave e outro em estado gravíssimo e apenas uma paciente recebeu alta.

831

Os familiares se concentraram em frente a Secretaria de Saúde de Porangatu e com cartazes, faixas e camisetas seguiram acompanhando um carro de som até um dos pontos principais da cidades, a igreja Nossa Senhora da Piedade, popular Matriz. A data escolhida foi o dia 11 de agosto, quando completou um mês do ocorrido.

Dos 12 pacientes que se encontravam internados na enfermaria e UTI do Hcamp Porangatu, um morreu antes da transferência e oito no HCN de Uruaçu. Dois permanecem na UTI, um em estado grave e outro em estado gravíssimo e apenas uma paciente recebeu alta.

De acordo com nota do HCN, as famílias têm acesso diário ao Boletim Eletrônico do Paciente e recebem ainda informações via telefone sobre a evolução do quadro clínico dos pacientes, garantindo o acesso à informação e ao mesmo tempo preservando a saúde e segurança dos familiares.

Também em nota, a Secretaria de Saúde de Porangatu informou que solidariza com os familiares dos pacientes que infelizmente faleceram em decorrência de complicações da COVID19 na época da queda de energia ocorrida no dia 11 do mês passado no HCamp de Porangatu e comunica que no momento aguarda o resultado das investigações da polícia civil e da sindicância interna da prefeitura para saber quais providências tomar mediante aos resultados.

ENTENDA O CASO

https://portalsr.com.br/saude/2021/07/30/sobe-para-sete-mortes-entre-pacientes-apos-queda-de-energia-do-hcamp-porangatu.shtml

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui