Fazendeiro é preso acusado de matar e forjar suicídio do próprio caseiro

A vítima, Divino Aparecido, de 56 anos, foi encontrado alvejado em sua cama com dois disparos de arma de fogo (espingarda calibre 32), em sua casa que ficava ao lado da sede da fazenda.

1764

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da equipe de investigadores da Delegacia de Polícia de Campinorte, com apoio da Delegacia de Polícia Civil de Uruaçu, após representação da Autoridade Policial e deferimento do Juízo da Vara Criminal de Campinorte, deram cumprimento na manhã de hoje (09), a mandado de prisão preventiva, de busca e também de apreensão em face de um pecuarista.

De acordo com as investigações, no dia 19 de novembro deste ano, M.A.B, de 37 anos, forjou (simulou) o suicídio do seu caseiro, na Fazenda Canastra, situada na Zona Rural do Município de Nova Iguaçu de Goiás.

A vítima, Divino Aparecido, de 56 anos, foi encontrado alvejado em sua cama com dois disparos de arma de fogo (espingarda calibre 32), em sua casa que ficava ao lado da sede da fazenda.

Os disparos foram na região na cabeça e outro no peito. Após investigação policial, amparada em laudos e exames periciais do Instituto de Criminalística, foi absolutamente descartado o suicídio, sendo que o proprietário da fazenda foi apontado como o autor da empreitada criminosa e, portanto, do homicídio.

Apurou-se que a motivação do crime teria sido pelo fato da vítima ter descoberto que seu patrão, há alguns meses, apropriou-se indevidamente de porcos de um vizinho confrontante, que havia registrado boletim de ocorrência de furto de seus semoventes.

Após as providências de estilo, o procedimento lavrado será comunicado ao Poder Judiciário e Ministério Público.

Fonte: Polícia Civil

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui