FGM promove discussão do projeto Goiás – Cidades Eficientes com os municípios do Cidernorte

285

A presidente da Amunorte e prefeita de Porangatu, Vanuza Valadares, o presidente do Cidernorte e prefeito de Santa Tereza de Goiás, Edson Palmeiras, bem como o prefeito de Mutunópolis, Luiz Martins participaram nesta quinta-feira (10/08), da reunião para discussão do projeto Goiás – Cidades Eficientes com os municípios do Cidernorte.

A iniciativa é da Federação Goiana de Municípios (FGM) e aconteceu na sede da entidade. O objetivo de apresentar os passos a serem implementados do projeto. A iniciativa, que nasce de uma parceria com o Governo do Estado de Goiás e o Instituto de Planejamento e Gestão de Cidades (IPGC), visa promover o desenvolvimento econômico, social e tecnológico dos municípios, além de consórcios intermunicipais.

Com o intuito de tornar os municípios goianos mais eficientes na prestação de serviços à sua população, apoiando-os na estruturação de projetos voltados para infraestrutura, em especial no que tange ao Saneamento Básico (tratamento e distribuição de água e esgotamento sanitário, manejo de resíduos sólidos, drenagem de águas, manutenção de áreas verdes e limpeza urbana), Iluminação Pública, Geração de Energia Sustentável e Conectividade. 

Neste sentido, foram convidados os integrantes do CIDERNORTE, composto pelos municípios de Bonópolis, Campinaçu, Estrela do Norte, Formoso, Hidrolina, Mara Rosa, Minaçu, Montividiu do Norte, Mundo Novo, Mutunópolis, Novo Planalto, Porangatu, Santa Tereza de Goiás, São Luiz do Norte, São Miguel do Araguaia, Trombas e Uruaçu a participarem da reunião.

Durante seu discurso na abertura do encontro, Haroldo Naves, presidente da FGM, reforçou o pioneirismo do projeto, que trará ações voltadas para eficiência energética e até mesmo saneamento básico. Além disso, o presidente ressaltou a importância da parceria entre a entidade, o governo do Estado e o IPGC, que projetam maior qualidade do serviço e o balanceamento dos riscos para os municípios.

“Essas parcerias irão favorecer muito nosso trabalho. Hoje é um dia muito importante para discutirmos cidades mais eficientes, para discutir essa conexão com um futuro mais sustentável e eficaz para os municípios”, afirmou.

Edson Palmeiras do Cidernorte destacou que o projeto já foi implementado em outros estados e, agora, com a implantação no Estado de Goiás, economia, sustentabilidade e crescimento econômico são alguns dos benefícios citados. Ainda, durante a reunião, houve uma apresentação do programa e de seus objetivos. A apresentação foi feita pelo diretor do IPGC, Leonardo Santos, que demonstrou os passos de implementação e as oportunidades que estão sendo propostas aos municípios.

GOIÁS – CIDADES EFICIENTES

O projeto foi lançado na cerimônia de posse da nova diretoria da FGM, que ocorreu no mês de maio do ano de 2023. O intuito é disponibilizar um grupo técnico especializado na modelagem e desenvolvimento de projetos voltados para as áreas de Iluminação Pública, Saneamento Básico, Produção de Energia Solar para prédios públicos e Infraestrutura de Conectividade. A adoção desses serviços por meio de uma parceria é o que chamamos de PPP de Cidade Inteligente, ou seja, a integração de várias soluções em um só contrato para solucionar problemas da comunidade.

As PPPs vêm como um modelo de contratação seguro e mais econômico. Neste sentido, serão estruturados projetos que busquem viabilizar a participação do setor privado como investidor e operador de serviços de infraestrutura urbana, buscando muita eficiência. Segundo o diretor do PGC, Leonardo Santos, esta é uma agenda muito positiva que se inicia em Goiás e que pode trazer muita economia, sustentabilidade e crescimento econômico para o estado, além de investimentos em áreas estratégicas de infraestrutura.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui