Irmão e amigo são condenados por estupro e morte de menina de 12 anos

Andressa Aires, 12 anos, foi estuprada e morta a facadas e golpes de tijolos pelo próprio irmão e amigo dele.

1483
O júri popular condenou irmão e amigo há mais de 40 anos cada. Foto: Reprodução.

Iniciou na manhã desta sexta-feira (13) e encerrou na madrugada de sábado (14), no Fórum de Alvorada, no sul do Tocantins, o júri popular do caso de estupro e assassinato da menina Andressa Aires de 12 anos.

O crime aconteceu em fevereiro de 2020 em Talismã, município vizinho de Alvorada.

O irmão da vítima: Wanderson Aires de Souza e o amigo da família: Wildemarques Dias Alves foram condenados a mais de 40 anos e seis meses de prisão cada um, pelos crimes de homicídio e estupro, com todas as qualificadoras, asfixia, tortura, meio cruel, estupro de vulnerável e ocultação de cadáver.

A defesa de Wildemarques alegou que algumas provas dos autos causam dúvidas sobre a participação dele no crime. Já a defesa do irmão da vítima, afirmou que acredita na inocência de Wanderson.

A mãe da vítima e de Wanderson, um dos condenados pelo crime, Creusiani Aires, acompanhou o julgamento e muito abalada disse que espera pela verdade e que a justiça seja feita.

ENTENDA O CASO CLICANDO NO LINK ABAIXO

https://portalsr.com.br/policia/2021/08/11/irmao-e-amigo-acusados-de-estuprar-e-matar-menina-de-12-anos-vao-a-juri-popular.shtml

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui