Jogos da Copa do Mundo Feminina alteram funcionamento de alguns serviços em Goiás

No norte de Goiás, o prefeito de Uruaçu Valmir Pedro tomou a iniciativa de seguir a flexibilização do Governo Federal quanto à alteração de horários do expediente nos dias em que a Seleção Brasileira Feminina jogar em dias úteis.

211
Reprodução

Iniciou hoje, quinta-feira (20), a Copa do Mundo Feminina de 2023, sediada na Austrália e Nova Zelândia. A Seleção Brasileira de Futebol estreará na próxima segunda-feira (24) e alguns órgãos públicos já decretaram ponto facultativo durante as partidas da equipe nacional.

No norte de Goiás, o prefeito de Uruaçu Valmir Pedro tomou a iniciativa de seguir a flexibilização do Governo Federal quanto à alteração de horários do expediente nos dias em que a Seleção Brasileira Feminina jogar em dias úteis.

O prefeito lembrou que nos dias de jogos da Seleção Brasileira Masculina a grande maioria do Brasil decretou ponto facultativo, portanto a Seleção Feminina merece o mesmo respeito. Valmir Pedro ainda destacou que além da paridade, o objetivo é incentivar e valorizar o futebol feminino no Brasil.

Já o Governo de Goiás ainda não informou se seguirá a flexibilização do governo federal quanto à alteração de horários do expediente nos dias em que a seleção brasileira feminina jogar. No ano passado, durante o mundial masculino, o Estado publicou um decreto com alteração no expediente nos dias úteis em que houvesse jogos da Seleção Brasileira de Futebol pela Copa do Mundo Fifa 2022, no Catar.

Também seguindo o decreto federal, a Prefeitura de Goiânia informou os horários para o mesmo fim: Para os dias em que as partidas tiverem início às 8h, o horário de expediente será das 12h às 18h. Quando iniciarem até as 7h30, a jornada de trabalho na começará às 11h. Já a de Aparecida de Goiânia informou que na primeira fase o expediente terá início às 12h nos dias em que os jogos acontecerem pela manhã.

O decreto destaca que as alterações não se aplicam aos órgãos e entidades da administração pública municipal que exijam plantão permanente, ou seja, os serviços considerados essenciais, como saúde e segurança pública, por exemplo.

A Câmara Municipal de Goiânia e a Assembleia Legislativa de Goiás também não informaram se irão decretar ponto facultativo nos dias em que o Brasil jogar a Copa do Mundo.

O Tribunal de Justiça de Goiás informou que não haverá alteração no horário de trabalho. Já para o Ministério Público não há necessidade de ponto facultativo, pois os horários dos jogos nesta primeira fase não coincidem com o horário de funcionamento da instituição.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui