Pacientes morrem após queda de energia e transferência do Hcamp de Porangatu

Foram confirmadas duas mortes, sendo elas: Albinor Rodrigues Pereira de 76 anos que morreu no Hcamp Porangatu, antes da transferência e Altamiro Antônio de Souza de 70 anos que faleceu no Pronto Socorro de Uruaçu.

4527
A poda irregular feita por um morador causou a queda de energia nas proximidades e no Hcamp Porangatu. Fotos: Reprodução.

A queda de uma árvore (e não a poda irregular como foi divulgado) em frente a uma emissora de rádio e TV, nas proximidades do Hospital de Campanha para Enfrentamento do Coronavírus – Hcamp Porangatu, provocou a queda de energia em vários setores da cidade e, inclusive na unidade de saúde que teve que transferir os pacientes da enfermaria e UTI, em caráter de urgência em uma verdadeira força-tarefa com ambulâncias do Samu, Bombeiros e acompanhamento da Polícia Militar e Rodoviária Federal para o Hospital Centro Norte em Uruaçu, também no norte Goiano.

Até o final da noite deste domingo (11), o Portal SR recebeu informações de que alguns pacientes haviam falecido após essa queda de energia e a transferência para o Hospital Centro Norte (HCN) em Uruaçu, 130 km de Porangatu. Em contato com a Prefeitura, foram confirmadas duas mortes, sendo elas: Albinor Rodrigues Pereira de 76 anos que morreu no Hcamp Porangatu, antes da transferência e Altamiro Antônio de Souza de 70 anos que faleceu no Pronto Socorro de Uruaçu.

Das 68 vagas disponibilizadas no HCN, ainda haviam 20 vagas o eu possibilitou o recebimento desses paciente. Também recebemos denúncias de servidores e ex-servidores, de que problemas na corrente do alternador do gerador (que já teria sido comunicado aos responsáveis há quase vinte dias), ou seja, a falta de manutenção, pode ter agravado a situação a ponto de terem que fazer a transferência de urgência.

A Prefeitura de Porangatu emitiu nota técnica explicando que “a descarga elétrica associada a autorrotação do gerador que disponibiliza o oxigênio medicinal para os leitos da Unidade de Terapia Intensiva, apresentou rompimento nas correias de rotação interna do equipamento, não sendo possível sua troca no dia do ocorrido tendo em vista que o equipamento é importado, porém a empresa que realiza o processo de manutenção do equipamento com sede em Minas Gerais, já foi devidamente acionada”.

CONFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA:

O Fundo Municipal de Saúde de Porangatu, órgão mantenedor do Hospital de Campanha para Enfrentamento do Coronavírus (HCamp) de Porangatu, através do seu Gestor, Senhor Rafael Cândido Miguel, manifesta-se acerca da “falta de energia elétrica no HCamp”, descrevendo que a referida situação de emergência está ocorrendo na aludida unidade em virtude de realização de podas de árvores realizadas por munícipe sem a prévia autorização da ENEL, danificando desta forma a rede elétrica do bairro onde o HCamp está localizado, devendo citar ainda que a descarga elétrica associada a autorrotação do gerador que disponibiliza o oxigênio medicinal para os leitos da Unidade de Terapia Intensiva, apresentou rompimento nas correias de rotação interna do equipamento, não sendo possível sua troca hoje tendo em vista que o equipamento é importado, porém a empresa que realiza o processo de manutenção do equipamento com sede em Minas Gerais, já foi devidamente acionada para efetivar-se o processo de substituição das itens danificados do equipamento, com previsão para início da correção amanhã (12/07/2021), onde o gerador elétrico da unidade encontra-se em pleno funcionamento, disponibilizando eletricidade para todo a unidade, sem nenhuma intercorrência até o momento.

Foi necessário mobilizar as equipes das viaturas do Samu, Bombeiros, PM e Rodoviária Federal. Fotos: Reprodução.

Descreve-se ainda que todos os procedimentos cabíveis para realização de transferência dos pacientes em tratamento Clínico e na U.T.I. estão sendo realizados em conjunto com a Secretaria de Estado da Saúde para o município de Uruaçu-GO, conforme orientação da Superintendência do Complexo Regulador em Saúde de Goiás (SUPCRS), seguindo os princípios da humanização e equidade, bem como os critérios dos procedimentos de Urgência e Emergência.

A Secretaria Municipal de Saúde em conjunto com a Prefeitura Municipal de Porangatu, sendo coordenados pela Secretaria de Estado da Saúde, estão realizando todos os procedimentos cabíveis e legais para resolução da atual situação emergencial e minimização dos danos a comunidade, em principal as pacientes em tratamento atual no Hospital de Campanha para Enfrentamento do Coronavírus (HCamp) de Porangatu.

Gabinete do Secretário Municipal de Saúde de Porangatu, aos 11 (onze) dias do mês de julho de 2021 (dois mil e vinte e um).

Rafael Cândido Miguel – Secretário Municipal de Saúde

Gestor do Fundo Municipal de Saúde

1 COMENTÁRIO

  1. Engraçado que quem poda a árvore não é responsável pelo Hcamp. Não jogue a irresponsabilidade dos adms em outras pessoas. Problema que Brasil é assim. Ninguém assume seus problema. Preferem jogar a culpa em terceiros. Vergonha para nossa cidade.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui