Padrasto é preso em Goiás por estuprar adolescente com conhecimento da mãe da vítima

895

Um homem de 40 anos foi preso em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, suspeito de estuprar a enteada de 12 anos.

Os abusos aconteceram na casa da vítima, em Dianópolis, no Tocantins (TO). Segundo a polícia, a mãe da vítima sabia do crime. O Conselho Tutelar informou a polícia sobre o crime em janeiro de 2023. Após ser ouvida, em julho de 2023, a mãe da vítima e o padrasto fugiram juntos para Goiás.

A mãe foi indiciada junto com o padrasto por estupro de vulnerável devido a omissão. Já a adolescente que atualmente tem 14 anos e mora com o pai, relatou aos conselheiros que foi abusada pelo padrasto quando tinha 12 anos, em dezembro de 2021.

O casal tem outras filhas e, por medo das crianças também serem vítimas de estupro, a Polícia Civil pediu a prisão do suspeito. A mãe não foi presa por falta de provas contra ela.

O inquérito foi finalizado em janeiro deste ano. De acordo com a Polícia Civil, após a prisão, se os suspeitos não responderem por crimes em Goiás, serão recambiados para o Tocantins, onde responderão ao processo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui