Prefeitos defendem o fortalecimento do MDB com o DEM

A divisão ficou evidente em 2018, quando os iristas queriam aliança com Caiado. Daniel, decidiu então manter candidatura própria ao governo. A postura de Daniel, em seguir a decisão da maioria do MDB, promove uma pacificação entre iristas e vilelistas.

104

Prefeitos da região norte defendem a união do MDB com o DEM em apoio a reeleição do governador Ronaldo Caiado.

O posicionamento da maioria dos prefeitos da sigla, bem como da maioria dos diretórios, foi um dos fatores que culminou para que o presidente estadual do MDB, Daniel Vilela, decidisse apoiar Caiado e em aceitar seu convite para compor a chapa majoritária como vice na disputa do governo estadual em 2022.

Durante 16 anos, o MDB comandou Goiás (1982/1998). Porém, o grupo está fora do poder, há quase 23 anos. Em 1.998, Maguito não disputou a reeleição e apoiou a candidatura de Iris Rezende que mesmo sendo o favorito na época não foi eleito. Emedebistas que apoiam a aliança com Caiado entendem que além de contribuir para melhorar a gestão de Caiado, a união fortalece o partido.

O MDB é formado por iristas e vilelistas. A divisão ficou evidente em 2018, quando os iristas queriam aliança com Caiado. Daniel, decidiu então manter candidatura própria ao governo. A postura de Daniel, em seguir a decisão da maioria do MDB, promove uma pacificação entre iristas e vilelistas.

“Não podíamos continuar com a ideia de ter candidatura a qualquer custo”, afirmou Daniel Vilela.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui