Prefeituras do Norte Goiano na mira da Operação Limpeza Geral

No médio norte goiano foram cumpridos mandados de prisão, busca e apreensão em Uruaçu, Campos Verdes e Crixás e foram identificados indícios de fraudes nas licitações em Mutunópolis, Alto Horizonte, Goianésia, Jaraguá e Nova Crixás.

836

Municípios do norte goiano estão na mira da  segunda fase da operação “Limpeza Geral”, deflagrada pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO), hoje, quarta-feira (7), para cumprir mandados contra um grupo suspeito de fraudar licitações em pelo menos 34 cidades de Goiás.

No médio norte goiano foram cumpridos mandados de prisão, busca e apreensão em Uruaçu, Campos Verdes e Crixás e foram identificados indícios de fraudes nas licitações em Mutunópolis, Alto Horizonte, Goianésia, Jaraguá e Nova Crixás.

A iniciativa deve cumprir 22 mandados de prisão preventiva e 50 mandados de busca e apreensão em endereços relacionados ao grupo que recebeu R$ 300 milhões entre 2015 e 2022 de verba dos municípios goianos.

além das fraudes, desvios de recursos públicos e lavagem de dinheiro, o grupo criou várias empresas em nomes de “laranjas” para simular concorrências em licitações e com o envolvimento de agentes públicos, forjavam a contratação sem licitação por serviços ou bens que não eram executados ou entregues.

A locação de equipamentos e estruturas para shows e eventos, cantores sertanejos e afins, fornecimento de mão de obra, serviços de limpeza, locação de veículos, materiais higiênicos e hospitalares destinados ao combate da Covid-19, estavam entre os ramos de contratações descritos pelas empresas laranjas.

Vinte e seis investigados e 21 empresas tiveram o sequestro e bloqueio de bens no valor de mais de R$ 172 milhões.

Outras cidades onde foram cumpridos os mandados de prisão, busca e apreensão: Goiânia, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Nerópolis, Leopoldo de Bulhões, Araguapaz, Rubiataba, Campo Limpo de Goiás, Silvânia, Pirenópolis, Luziânia, Iporá, e Palmas (TO).

Lista dos municípios nos quais foram identificados indícios de fraudes nas licitações: Amorinópolis, Anápolis, Araguapaz, Cachoeira de Goiás, Campo Limpo, Corumbá de Goiás, Cristalina, Crixás, Formosa, Hidrolândia, Itauçu, Leopoldo de Bulhões, Luziânia, Nova Iguaçu, Novo Gama, Ouro Verde, Palmeira de Goiás, Pilar de Goiás, Pirenópolis, Rianápolis, Rio Verde, Rubiataba, Santa Helena de Goiás, Santa Terezinha de Goiás, Santo Antônio do Descoberto, São Luís de Montes Belos, Senador Canedo, Uruaçu e Uruana.

NOTA – PREFEITURA MUNICIPAL DE URUAÇU

A Prefeitura de Uruaçu vem por meio dessa nota, informar que toda a documentação solicitada pelo Ministério Público via Polícia Civil referente à Operação Limpeza Geral já foi entregue.

A Operação Limpeza Geral tem como objetivo investigar o conluio entre empresas que alugam estrutura para shows e eventos.

A Prefeitura de Uruaçu é a favor das investigações que estão acontecendo em 34 municípios de Goiás e Palmas, no Tocantins.

IMPORTANTE: Tais investigações são referentes a contratos dos anos de 2015 a 2022.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui