PRF volta a usar radares no feriado prolongado

A PRF não medirá esforços para a redução da acidentalidade, o que contribui diretamente na disponibilidade de leitos em hospitais.

459
Os radares estão sendo utilizados em todo o País e visa conter os índices de acidentes. Imagens: PRF

Imagens registradas na BR-153, na região norte de Goiás, mostram esforços da Polícia rodoviária Federal (PRF) no intuito de coibir os acidentes durante o a Operação Semana Santa. O radar está autorizado a ser utilizado por ordem judicial, inclusive funcionando em todo o Brasil.

A PRF reforça que além do feriado prolongado e mesmo com a recomendação para que as pessoas viajassem a passeio, foi apresentado um considerado aumento do fluxo de veículos é importante os motoristas respeitarem os limites de velocidade, tendo em vista também as más condições da pista na região norte de Goiás, com muitos buracos e pontos mal sinalizados.

“É extremamente importante que os motoristas mantenham a velocidade reduzida para evitar perda do controle do veículo por conta do mau estado de conservação da rodovia. A operação Semana Santa ela só se encerra na segunda-feira (05), e além do radar também estaremos fazendo fiscalizações contra ultrapassagens, alcoolemias e fiscalizações diversas”, explicouo inspetor Rubens.

Outro ponto destacado pelo inspetor é que embora muitas cidades tenham adotado medidas de isolamento social com o objetivo de conter a proliferação da pandemia, impactando na redução do fluxo de veículos nas estradas, a PRF não medirá esforços para a redução da acidentalidade, o que contribui diretamente na disponibilidade de leitos em hospitais, tão necessária no momento de emergência de saúde pública atual.

As causas predominantes dos acidentes constatadas pela PRF durante os atendimentos são a falta de atenção por parte de motoristas e pedestres, a ingestão de bebidas alcoólicas e defeitos mecânicos em veículos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui