Principal suspeito de crime hediondo é identificado e procurado pela polícia

Vinícius Rodrigues da Costa está foragido desde o dia do crime. Quem tiver informações sobre o paradeiro dele pode auxiliar a Polícia Civil através do 197 ou (62) 3362-5905. O sigilo sobre a identidade do informante é garantida pela Polícia Civil.

3702

A Polícia Civil do Estado de Goiás, através da 12ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Porangatu/Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) estão empenhados em diligências que possam levar ao paradeiro de Vinícius Rodrigues da Costa, 26 anos, principal suspeito de ter assassinado, o jovem Leandro Martins da Silva de 33 anos.

Leandro foi morto a tiros durante uma festa, por volta das 3 horas da manhã de 21 de novembro, em um espaço de eventos denominado Hallas, próximo à BR 153, em Porangatu, no norte de Goiás.

Vinícius Rodrigues da Costa está foragido desde o dia do crime. Quem tiver informações sobre o paradeiro dele pode auxiliar a Polícia Civil através do 197 ou (62) 3362-5905. O sigilo sobre a identidade do informante é garantida pela Polícia Civil.

O delegado responsável pelo caso, Danilo Wendel, explicou o crime teria ocorrido por motivo fútil e por recurso que impossibilitou a defesa do ofendido. “A futilidade se deu porque a investigação apurou que autor e vítima criaram uma animosidade em razão de ambos terem se relacionado com mesma pessoa em momentos distintos, embora atualmente nenhum deles estivesse com ela”, finalizou Danilo.

CRIME

121 – Matar alguém: Pena – reclusão, de seis a vinte anos.

II – por motivo fútil;

IV – à traição, de emboscada, ou mediante dissimulação ou outro recurso que dificulte ou torne impossível a defesa do ofendido; V – para assegurar a execução, a ocultação, a impunidade ou vantagem de outro crime: Pena – reclusão, de doze a trinta anos. Pena – reclusão, de doze a trinta anos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui