Renan Problema conquista mais um cinturão mundial e já tem novo adversário

6378

Após o nocaute fulminante que bateu contra o americano Ryan Bader que garantiu o supercinturão na luta principal do evento PFL X Bellator nesta noite de sábado (24), Renan Problema também garantiu a oportunidade de enfrentar Francis Ngannou, ex-campeão do UFC, num futuro próximo.

Em apenas 21 segundos, já na primeira troca de golpes, Renan acertou em cheio uma de direita em Bader, campeão do Bellator, que foi à lona. Problema foi pra cima e venceu no ground and pound. Vale destacar que Renan foi o único vitorioso dos quatro representantes do país na atração.

Após receber cinturão simbólico e o anel, em entrevista ao Canal Combate Renan falou de seus recordes e já intimou seu próximo adversário: Francis Ngannou que juntamente com Jon Jones acompanhavam a luta na plateia e se mostraram impactados com a atuação do lutador brasileiro.

“Eu sou um cara que quebra os recordes. Todos os recordes mais rápidos da PFL são meus. Francis, cadê você? Eu estou aqui e estou te esperando”. Renan ainda falou que lutar com um campeão como o Francis sempre foi um sonho, estar entre os melhores do mundo. Este é o meu momento, eu estou pronto. Pode ser aqui dentro do octógono, pode ser no boxe, aonde você quiser, eu vou estar pronto – garantiu o campeão dos campeões.

Em entrevista ao ‘MMA Junkie Radio’, Eric Nicksick – treinador de Ngannou – revelou que o africano enxerga o brasileiro Renan Problema como uma luta mais ‘intrigante’ que Ryan Bader. Ex-campeão dos pesados do UFC, Ngannou não luta MMA desde janeiro de 2022 quando derrotou o francês Ciryl Gane no UFC 270 e venceu a unificação dos cinturões. Aos 37 anos de idade, o camaronês possui um cartel nas artes marciais mistas de 17 triunfos e apenas três reveses.

Francis Ngannou acompanhou a luta na plateia e foi desafiado pelo lutador brasileiro Renan Problema

É inegável que Renan Ferreira vive seu grande momento no MMA com os dois cinturões mundiais. O primeiro foi conquistado em novembro no GP do peso-pesado da ‘Professional Fighters League’, contra Denis Goltsov e agora, o Bellator contra Ryan Bader. Com o feito, Problema muda de patamar no mundo das lutas, passando a ser visto como uma ameaça aos grandes nomes do peso-pesado.

Renan Ferreira, 34 anos, iniciou sua trajetória no esporte em 2013 com o professor Charlão em Porangatu e ganhou destaque mundial por sua atuação na PFL. Na modalidade, ‘Problema’ construiu um cartel composto por 13 vitórias, três derrotas e três ‘no contest’ (sem resultado) se tornando um dos destaques da nova geração do Brasil no MMA.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui