Seria melhor ter ficado em Wuhan

310
Hoje, o Brasil é o terceiro país do mundo com mais casos de covid-19, atrás de Estados Unidos e Índia. Foto: Reprodução.

O Brasil está mesmo uma montanha russa. A cada dia um mergulho no abismo. Nisso vou adiando meu artigo leve e cultural, falando de coisas divertidas para nossos queridos leitores do Norte Goiano. Mas esse dia vai chegar e vamos poder falar de coisas boas, de esperança.

Por enquanto temos duas notícias estarrecedoras essa semana. A primeira é que brasileiros resgatados em Wuhan há um ano, no dia 9 de fevereiro de 2020, que passaram por quarentena rígida em Anápolis antes de estarem a salvo do Covid com suas famílias nas mais diversas regiões do país, estão arrependidos. Era melhor ter ficado na China.

Naquele dia Wuhan era o epicentro da pandemia e se espalhavam vídeos falsos na internet das pessoas caindo na rua e morrendo de uma hora pra outra, vocês se lembram? Desinformação e mentiras são mesmo muito danosas. Hoje a China toda soma 100 mil casos confirmados de Covid, o Brasil 10 milhões. “Eles [chineses] tiveram coerência. Quando foi preciso, fecharam tudo, foram radicais. Aqui [no Brasil] foi um caos total. Não havia conversa entre estados, municípios, governo. O presidente queria abrir, o resto queria fechar. Por isso a crise está se estendendo tanto tempo”, falou para o Jornal Extra o analista mineiro Vitor Campos.

A política do governo federal em relação a Covid foi mesmo um desastre desde o começo. O primeiro impulso de Bolsonaro foi abandonar esses brasileiros lá para não trazer a “peste” para o Brasil. Mas evitar a chegada do Covid seria como segurar água entre as mãos.

Depois de um apelo patriótico feito pelos brasileiros de Wuhan pela internet o presidente mandou o avião e organizou a quarentena que teve sucesso e evitou qualquer risco da entrada do vírus pela repatriação dos 34 brasileiros de Wuhan. Logo em seguida, depois desse circo, diante da confirmação da chegada do vírus ao país por via aérea, viajantes que foram ao exterior, o presidente vai a TV dizer que o Corona Vírus era uma gripezinha e que não era pra fazer nada pra evitar a doença.

Dali até aqui a situação só piorou e os brasileiros que estavam em Wuhan têm inúmeros motivos para se arrepender de ter saído de onde estavam. No Brasil, a prioridade da economia sobre o combate ao Corona Vírus saiu da pauta. Isso porque para reabrir a economia o caminho é evidentemente a vacinação. Mas até isso o nosso governante atacou por motivos insondáveis de extrema estupidez.

Nesta semana o Ministro da Saúde, o General da ativa Eduardo Pazuello, o pior e mais incompetente ministro que esse país já teve, prometeu, como já fizera muitas vezes no passado e fracassou, disponibilizar 230 milhões de doses de qualquer vacina que apareçam vendendo até julho deste ano. Toda aquela preocupação do governo com o rigor de qualidade e comprovação de eficácia e aprovação pela Anvisa desapareceu.

Deputado Federal Daniel Silveira é preso e partidos pedem sua cassação. Foto: reprodução.

Sabe como eu me sinto aqui, amigo leitor e amiga leitora? Confio muito mais em qualquer vacina aprovada em qualquer órgão sanitário desses grandes países do mundo do que no governo brasileiro. Que venham as vacinas indiana, cubana, russa ou chinesa, vamos precisar de cada uma delas.

O segundo assunto vou tratar com brevidade para não cansar você, meu amigo e minha amiga. É evidente a incoerência do deputado carioca Daniel Silveira pedir direito de liberdade de expressão para defender AI-5 e volta da ditadura. Ele quer liberdade de expressão para defender o fim da liberdade dos outros. Só existe um limite para a liberdade de expressão, o ataque a direitos humanos ou constitucionalmente reconhecidos. Isso é coisa que não devemos tolerar, sob risco de um sujeito desses um dia nos colocar em um pau de arara.

Gerson Neto

Jornalista, radialista, ambientalista e especialista em Planejamento Urbano e Ambiental.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui